Somos Humanos Imperfeitos

humanosimperfeitosNão existe perfeição, bondade extrema. Construímos uma máscara e nela escondemos quem realmente somos, o que pensamos e o que sentimos. Nós magoamos e somos magoados. Temos dias bons e dias ruins. Acertamos nas palavras, mas também erramos feio com o que dizemos e fazemos. Somos honestos quando nos expressamos da alma, mas somos hipócritas quando julgamos o outro lado e fingimos bondade santificadora. Observamos o que nos interessa e excluímos o que nos incomoda.

Difícil é compreender, ser empático e respeitar. Não somos obrigados a conviver com o que não nos agrada, mas temos a obrigação de respeitar.  O que você pensa do outro é o que você é.  A nossa verdade não é a verdade do outro.  Mas cometemos o erro de tomar nossa verdade como absoluta.

Nenhum de nós tem o direito de dizer o que acha “certo”, simplesmente porque o outro não corresponde as nossas expectativas.  Decepcionamos-nos com as expectativas que criamos do outro.  Esquecemos que o outro não vive em função dos nossos desejos e anseios. Assim como nós também não.

Saibamos reconhecer nossas sombras. Porque quando não estamos bem com algo  ou alguém devemos resolver dentro de si. Nenhum de nós tem o direito de cobrar do outro o que ele não nos pediu. Mas enchemos o peito achando que temos.  Apontamos e cobramos que o outro foi errado conosco e queremos cobrar um acerto de contas.

Temos a liberdade de fazer nossas próprias escolhas e nos resignamos ao direito de não sermos julgados por isso (e também de não julgar). Às vezes, na jornada da vida, é preciso dar adeus a sentimentos dentro de si e apenas seguir. Dar espaço para o que realmente te preenche a alma.

Quando você vive em função do que o outro quer, do que sua mãe quer, do que filho precisa, seu companheiro, seu amigo… você está cometendo um erro consigo mesmo.

Não se obrigue, você não é obrigado, eu não sou obrigada.

Perfeição não existe. Pureza, bondade pura e santificadora também não. Somos humanos, sentimos e agimos dos dois lados. Somos humanos imperfeitos.

Acorde e reconheça suas sombras, antes que elas devorem você. Também acorde e reconheça suas qualidades. Reconheça o humano que você é, com sentimentos bons, mas também com pensamentos devastadores.

Tudo é mais claro quando se olha pra dentro de si.

 

Suzanne Leal
@amplapsicologia
Facebook.com/amplapsicologia

 

[Foto: Google Images]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: