Regulação emocional extrínseca: quando outros assumem o comando de suas emoções.

"Ninguém é uma ilha, completa em si mesma", escreveu John Donne. Precisamos de outros e outros precisam de nós. As emoções dos outros nos afetam tanto quanto nossas emoções afetam os outros. Essa profunda conexão emocional é o que nos fortalece, mas também nos torna mais vulneráveis. De fato, podemos correr o risco de nos... Continuar Lendo →

Quantos lixos acumulamos

Não é hora de acumular lixo.E tem hora pra isso?Nem devia… mas somos teimosos.Sua casa está limpa nesse momento?Faça uma revisão, observe novamente todas as máscaras que criou, os objetos que se apossou.Quantos tapetes e quadros foram usados pra disfarçar sujeira?Tantas palavras recebidas, pessoas que carregamos…Tudo isso merece estar no seu interior?Pense bem: o quê... Continuar Lendo →

A amargura que alimentamos

A amargura é um sentimento pesado, mas também muito esperto.Esperto? Sim…É um sentimento que entra na nossa mente e rapidamente percorre os córregos, as ruas e todas as entranhas do seu corpo.Antes que a gente se dê conta, ela já está lá, em todas as casas, portas, janelas… ruas cada vez mais escuras…Caímos na armadilha:... Continuar Lendo →

Liberte-se de tentar agradar o outro

É hora de dar a partida. Uma partida interna.Comece quebrando padrões internos que construiu e se apossou achando que fossem seus.Escute os estilhaços na mente ao perceber que esse padrões não são seus, nunca foram, mas os defendeu como se fossem… e por isso, muitas vezes se machucou, alimentando monstros, dando força, permitindo que eles... Continuar Lendo →

Desculpas que prolongam a dependência emocional

As desculpas que encontramos quando sofremos de dependência emocional nos ajudam a adiar um fim quase inevitável e necessário: reconciliar-nos com a solidão. A dependência emocional é transmitida por um apego muito intenso e pouco desenvolvido a uma pessoa em particular. Os sofredores são frequentemente aqueles que incitam e idealizam seu parceiro. De fato, eles... Continuar Lendo →

WordPress.com.

Acima ↑